sexta-feira, março 12, 2010

Aniversário

Há cinco anos deu-me a toleima de fazer este Blog.
Por aqui temos tido o que eu escrevi, e nem só, porque o senti como urgente de relatar e de expor.
É de certo interesse que há 5 anos eu tirei uma foto na Praia da Tocha, estive lá a passar um dia de sol que em 2010 não temos e postei:
Assim iniciei um blog onde debito os meus corrimentos do momento, foco os amigos, as minhas preocupações e momentos felizes, os meus interesses e opiniões.
Será que o meu blog, a que eu agora chamo tasca, onde é permitido fumar e beber, mas só tabaco e vinho do bom, onde se pode entrar sem pedir licença, tomar um copo e sair sem pagar, tem merecido as visitas dos Clientes?
Da Vossas análise dos primeiros posts até aos mais recentes, comentai, criticai, pois aqui está aberto o livro de reclamações, assim como a caixa das sugestões.
Faço notar que a tasca é minha, e eu como neto do taberneiro que foi proprietário das tascas onde funciona actualmente a Associação de Moradores dos Carreiros (estou com as quotas em atraso de 2009), consumam isto mas comentem, pois se não comentarem é porque me visitam talvez só para me ver, ou então acham-me lindo, como afirmava o meu antepassado Manuel Ribeiro Cebola quando via que não estava a ganhar para o petróleo.
Um grande abraço a todos.
Manel

15 comentários:

Manel disse...

SEM COMENTÁRIOS...
“O Governo de Timor-Leste aprovou, ontem (25 de Fevereiro de 2010), o envio de 556 mil euros para ajuda às vítimas da tragédia na Madeira.

Em Agosto de 1999, quando Timor era palco da destruição provocada pelas milícias pró-Indonésia (...) Alberto João Jardim garantiu que a Madeira não daria "um tostão" para Timor e que não admitia que o Estado Português "mexesse" nas transferências a que a Região tinha direito. 'Nem um tostão para Timor' foi uma frase que provocou as mais duras reacções, em todo o País. “

http://www.dnoticias.pt/Default.aspx?file_id=dn04010104260210

Denise Fiuza disse...

Salve!
Que venham mais 5, 10, 15...e chamai do que quiser: blog, tasca...pois, é nele que, há alguns meses, mais precisamente um ano,eu bebo eu me alimento eu me perco e me encontro.
Parabéns!Pessoa especial.
Abraços

Anónimo disse...

Voltamos sempreonde nos sentimos bem, conforme o tempo disponível.
Mas sobretudo continua.
Mesmo quando não comentamos, viemos à procura de novidades.
Saudações especiais por este aniversário.

Nuno disse...

Parabéns primo! 5 anos, e com regularidade, é significado de paciência e de "commitment", que venham muitos mais pois isso será sempre bom sinal!
Já agora, quem era esse taberneiro que tinha o tasco nos Carreiros? Seria o bisa Manoel?
Cumprimentos,
Nuno Silva

C.Eliseu disse...

Os meus Parabéns Sr. Manel. Tb. daqui (dos Barrins...) admiro essas odisseias gandaresas, (ante)passadas e presentes.

Manel disse...

Caríssimos,
A toleima foi há 4 anos, isto é o blog entrou para o ano V.

Toleimas!


Primo Nuno,
O meu avó Manuel Ribeiro Cebola casou com a minha avó Hermínia Tabanez, irmã do teu trisavó e meu bisavó Tabanez.

Sabias que a minha avó Hermínia tinha a fama de ser cantadeira ao desafio? Sabias que mais famosa a cantar foi a irmã dela, a Joaquina ?

Ficou famoso um cante entre um compadre de Joaquim e ela:

Ele desafia:
Ó Iscuina não me chegues
Ó Iscuina não me toques
Que eu já sinto o meu corpinho
Aos tremeliques tiquetoces

Ela responde:
Ó Iscuim tu estás tolo
Estás doente das orelhas
Isso foi doença qu'apanhaste
quando dormiste co'as ovelhas.

São memórias de menino, contadas pela outra irmã da minha avó Hermínia, a Maria, também conhecida por ti Maria Santa, a que servia de parteira, Fazia umas rezas e curas de chás de folhas e ervas, tratava assim umas caganeiras, quebrantos, males e maleitas, entre outras coisas, e foram dela as primeiras mãos que me pegaram numa manhã de Outubro, na casa e num borralho do Escoural que ainda existem.
Morreu muito velha, a ti Maria Santa. Quiando ela morreu, tinha eu 8 anos de idade.
Lembro-me muito bam dela.
Debaixo da minha casa, ainda estão restos de pedras que foram da casa que foi dela.

A. M. disse...

Mas é claro que a tasca do amigo Manel tem frequentadores certinhos como o sol! Se ele tem dúvida, olhe ali pró contador das visitas que instalou... e basta!
Pois é, podemos ser um pouco irregulares, depende. Mas aparecemos para o copo e o cavaco, sem pensar no livrinho de capa vermelha, o das reclamações.
Portanto, amigo Manel, parabéns e grande abraço.

Bruno E. Santos disse...

Deixo aqui os meus parabéns ao "Manel"!

Desde finais de 2007, que também passei a ser um frequentador assíduo da tasca!

Concorde-se ou discorde-se com as ideias do autor, o certo é que este blog é um marco inquestionável da blogosfera local!

Cândido Rodrigues disse...

Caro Manel

Parabéns e que venham muitos mais, pois a sua tasca bate aos pontos todos os "restaurantes". Continue.
Um abraço
Candido Rodrigues

Pedro Carrana disse...

Grande Amigo Manel,

sou um "tasqueiro" assíduo, embora nem sempre comente o que aqui se escreve...
Este Blog teve um grande mérito, ser o primeiro do Escoural... :-)
Existe muita gente que colocou o link do teu Blog nos "favoritos" e todos os dias o visita...
Continuarei a visitar esta "tasca", se faltar o vinho eu trago de Cordinhã.


grande abraço
Pedro Carrana

Pedro Carrana disse...

Grande Amigo Manel,

sou um "tasqueiro" assíduo, embora nem sempre comente o que aqui se escreve...
Este Blog teve um grande mérito, ser o primeiro do Escoural... :-)
Existe muita gente que colocou o link do teu Blog nos "favoritos" e todos os dias o visita...
Continuarei a visitar esta "tasca", se faltar o vinho eu trago de Cordinhã.


grande abraço
Pedro Carrana

Cristina disse...

Parabéns e continua sempre!

Toni disse...

Parabéns Manel!

Lembro-me bem de todos os posts de aniversário, sinal que sempre gostei desta tasca.

Um abraço

jorga martins disse...

bem dita "tasca"que me obriga a vir aqui todos os dias tomar um "copo" desta irreverencia, desta reflecção e deste inconformismo... que ela se mantenha por muitos e bons anos.
um abraço amigo
jorge martins

Roque disse...

Bom dia taberneiro Manel, pelo que tenho lido tenho que continuar a frequentar a tasca, não o conheço pessoalmente mas espero um dia ter esse prazer, enquanto não acontece vou bebendo mais uns tintos do seu e talvez umas lascas de bacalhau para acompanhar, continue que está muito bem, Eu, já não sei se chego tão longe. ABRAÇO.