quarta-feira, janeiro 28, 2009

Galos de colecção

Esta é a minha nova e actual colecção de galos.

10 comentários:

Anónimo disse...

Ora eis um ponto de partida para começarmos a "desatar os nós"...
Receita nº1:
- Ter moradia e não apartamento, resumindo, venha viver para o campo e deixe as grandes metrópoles;

- Se trabalhar, arranje umas horas vagas;
- Tenha algum espaço envolvente à sua casa, para além do jardim, está claro;
- Dedique-se à criação de gado - galinhas, coelhos, porco, etc...;
- Dedique-se também á criação da sua horta.Plante e semeie, no minimo: - Vegetais, tais como alface, cenoura, cebola, alho, couves, salsa, coentros, favas, ervilhas, feijão verde,etc...

Vai ver que começa a ter melhor forma física, menos stress,mais alegria...
Isto è possivel!Vai ser cada vez mais, com a crise que se instalou e vai crescer.
Nalguns casos depende somente de opções...é que há quem compre 600m2 de terra em Coimbra por 350.000€...
PS:Preço indicado é sem qualquer tipo de construção!

E esta hein!

Aguarda-se receita nº 2...

Anónimo disse...

Quem criou gado de bico nunca chegou a rico.
E cuidado tb com as raposas de duas pernas!
fatiminha

Anónimo disse...

Não lhes ponhas umas galinhas e vais ver o que acontece

Cristina disse...

lool

colecção de galos é fantastico! :))) cuidado não lhes chegue a gripe....:p

Bruno E. Santos disse...

Acho que o autor deste blog está a jogar à "roleta russa" com a propriedade dos "cavalheiros penados", ao exibir-se perante os potenciais e hipotéticos "Pilha-Galinhas" da região!

A esta hora, está a "Lobo Esfomeado" ao telefone: -Alô? Tudo bem, amiga "Raposa em Dieta Involuntária"? Tenho aqui uma proposta de sociedade que te poderá interessar!

obelix disse...

- Ora aí está uma boa ideia meu caro Manel.

obelix disse...

- No tempo dos nossos avós também criavamos os nossos próprios galos, semeavamos as nossas batatas e plantavamos as nossas couves. E éramos felizes!
- Sobre a tua ideia faço um pequeno reparo. Acho demasiados galos para o mesmo poleiro! No nosso reino dos humanos também temos o mesmo problema e não tem dado muito bom resultado.
- Já ouviste falar na Lei da Paridade?
Por cada dois machos tens de ter uma fêmea (ou vice versa).
- Os animais, como os humanos têm uma grande capacidade de adaptação. Quando pensares em meter umas galinhas, aconselho-te a arranjar uns poleiros a mais, não vá o diabo tecê-las e não chegarem para todas.
Um grande abraço.

Manel disse...

Claro que há galinhas!
Só que elas têm um só galo, e estão do outro lado da cerca. Estes estão a aguardar a mudança de dono do poleiro, quando vier a tal doença do aço, o cantante perde a cabeça e no poleiro outro galo cantará.

Anónimo disse...

Galos????
É coisa para um alfinete...e eles desaparecem num instante ...
Queres apostar ...até te convido para o banquete ....
Já há cozinheiro .......
Vamos? ...
abraço de um outro Gandarez para os lados de Mira....aquele que não canta no chuveiro ...Livra, que a água pode falhar .....
isso ..sou eu mesmo ....baixinho ...barbinhas ...heheheh

obelix disse...

Quando pensares em substituir o tal galo (por doença do aço, claro!), diz alguma coisa.
Não ligues ao tal gajo das barbinhas!
Conheço um tipo, ali para os lados da Praia da Tocha, que tem ainda uns sacos de míscaros na arca!
Continua com essas boas ideias, oh Manel!