segunda-feira, outubro 13, 2008

Fazer chover no molhado

Ainda há menos de 2 anos o calcetado do arraial da Tocha era o orgulho, a Obra do Sr. presidente da Junta. Agora, talvez devido a algum achado arqueológico, talvez moedas caídas da bolsa da Dona Maria da Silveira, o arraial é um novo estaleiro eleitoral para a colocação de granito, segundo me disseram. Depois do alarido com o calcário na praça do Marquês, não acredito que o Sr. presidente da junta se borre com granito, pois até já me contaram que nem calcário seria colocado, antes sim, voltaria o tradicional chão de terra batida. Os especialistas de fazer chover no molhado lá andam a gastar o dinheiro do munícipe, e tudo à boca calada na dita impressa local. Há dias, uma equipa de TV foi proibida de filmar o arraial, pois aqui quem manda são os senhores presidentes de Junta e de Câmara, que trabalham arduamente para a reeleição.

17 comentários:

Anónimo disse...

...E como o lado sul do arraial aguarda sementeira já algum tempo, o lado norte menos exposto às intempéries, também irá ficar lindo p'amargiar uma boa leira de nabos!
... As grandes cagadas limpam-se sempre no fim de feitas!!!

Um abraço
..

CMC Gastadora disse...

A câmara fez um empréstimo de 7.5 milhões de euros (1,5 milhões de contos), que representa cerca de 1/3 do seu orçamento... Mas enganem-se aqueles que pensavam que este dinheiro era para obras estruturantes... nada disso!!! será para jardins, rotundas, Chafaris, campos de golfe e de futebol... O Saneamento ficará a aguardar mais uns anos... Tb verdade seja dita quem nunca o teve nem lhe sente a falta...

Carlos Rebola disse...

Caro Manel

Provavelmente o que está a ser feito, é parte da estratégia de se ganhar mais um galardão ambiental.

Parece desta vez ser a reciclagem dos três “RRR”, a visada.
R de Reciclar materiais de pavimentos, mesmo que em bom estado, ou reciclar de no sentido de pôr a circular (em círculo fechado) as verbas ou bermas.
R de Reduzir os “fundos” dos buracos.
R de Reutilizar os resíduos, no preenchimento de buracos, onde já se encontram materiais que não foram reciclados por questões técnica e de custos elevados. Ou então, também provável, R de Reutilizar no sentido de voltar utilizar o pavimento anterior para impermeabilizar os solos onde estão a ser enterrados pneus, lixo comum mas também contaminante e alcatrão ou asfalto resultante da obras onde estão a enterrar tubos que poderão vir a ser de saneamento, para evitar a contaminação "in"consciente do Aquífero Cársico da Bairrada que afectaria a água captada nos Olhos da Fervença e distribuída pelos munícipes com toda a "disponibilidade" que já pagamos.

Mais um "prémio" seria a cereja sobre o bolo, dito, das eleições.

Um abraço
Carlos Rebola

Bruno E. Santos disse...

Granito? Sugiro antes mármore de Carrara! Ficava uma "chef-d'oeuvre" de grande categoria!

Quanto a isso de proibir uma equipa de TV de filmar o arraial, não acredito que seja verdade! É possível proibir a filmagem de um espaço público, do lado exterior da vedação? Só se foi para proteger a privacidade dos funcionários da obra? Não me parece que as coisas se tenham passado assim!

Anónimo disse...

Se os jovens da TV foram aconselhados a não filmar, não foram proibidos. Aqui o blogger está a faltar à verdade. Proibir é forte e um conselho sempre se aceita.
Parece que os munumentos têm o dedo nisto. Aqui é incompetência da Câmara Municipal e falta de gosto na obra, como a dizer que para quem é bacalhau basta. Depois não será calçada portuguesa mas antes lages de pedra de uma empresa dos lados de Viseu, tipo granitos e rochas, um largo de lages de pedra escura para os ciganos furarem com as fixações das tendas.

M.Domingues disse...

? Qual a diferença entre "aconselhar a não filmar" e o "não filmar"????


Num concelho de freguesias sem necessidades!!!??? gastam-se as verbas em trabalhos onde toda gente possa ver, fotografar ou filmar... mas só no fim de prontos/inaugurados... não deixarei de fazer um "click"

Anónimo disse...

A ignorancia é a alma dos derrotados e dos charlatoes.
As vezes mais vale estar calado do que dizer asneiras, ou entao informarem-se. Pelo que me informaram essa coisa que se da pelo nome de IPPAR, com as suas mentes prodigiosas e claro inspiradas no Socialismo democratico (para eles) é que fizeram estas mudanças. Para não falar na flamegerada rotunda onde a queriam colocar no meio do arraial (Obra esta aconselhada e defendida pelos socialistas onde se incluia certo senhor Vitor Batista e outros mais) é pena que não se coloque esse famoso projecto para todos verem. 8UMA ROTUNDA NO MEIO DO ARRAIAL) - sim senhor grande obra.

Freguês disse...

A ignorância governa-nos há 30anos!
De tanto olhar do seu umbigo para dentro do seu próprio umbigo,isto é, do largo da Tocha para o Largo da Tocha, ignora que há mais Tocha que olha de fora e para além do Largo, e que o olha com outros olhos.

Munícipe disse...

ACTA Nº. 1/98
----------Acta da Reunião Ordinária Pública da Câmara Municipal de Cantanhede realizada no dia seis de Janeiro de 1998.--------------------------------------------------------
CONSTRUÇÃO DE ROTUNDA AO KM 97+200 - LARGO DA TOCHA:- DA JUNTA AUTÓNOMA DE ESTRADAS-DIRECÇÃO DE ESTRADAS DO DISTRITO DE COIMBRA, ofício número quatro mil oitocentos e treze, datado de onze de Dezembro do ano findo, remetendo, para conhecimento, cópia do parecer prestado pela Brigada Territorial da Guarda Nacional Republicana, relativamente à construção de rotunda ao Km 97+200, na Tocha, o qual refere que existindo no local semaforização que regulariza e previne acidentes, não se justifica a alteração geométrica do local com a construção da rotunda. Junto ao processo encontra-se uma informação prestada em dezanove de Dezembro do ano findo pelo Vereador Senhor Major Jorge Diogo, do seguinte teor: “Tendo presente o teor dos documentos mencionados em referência, que se devolvem, informo Vossa Excelência do seguinte: “Diz-se no documento da Guarda Nacional Republicana que houve uma reunião da Comissão Distrital de Segurança Rodoviária, no dia vinte e nove de Outubro do ano findo. Se houve, desconheço em absoluto o que lá se terá passado, uma vez que não estive presente. Não me chegou qualquer informação ou despacho nesse sentido. Independentemente disso, continuo a considerar que a rotunda em questão é absolutamente fundamental e deverá ser implementada quanto antes. A semaforização existente no local, é obsoleta e geradora de conflitos de trânsito, incompatíveis com as necessidades de fluidez e segurança do tráfego rodoviário, sobretudo no Verão. Deve ser pura e simplesmente abolida e substituída pela rotunda”. A Câmara, por unanimidade e tendo por base a informação prestada pelo Vereador Senhor Major Jorge Diogo, deliberou reiterar a sua intenção de construir, quanto antes, uma rotunda ao Km 97+200, junto ao Largo da Tocha, dado que, conforme informação prestada pelo Director do Departamento dos Serviços Técnicos, em quinze de Dezembro de mil novecentos e noventa e sete, para além de todos os inconvenientes, a manutenção dos semáforos no local implica para a Autarquia um encargo anual de um milhão e quinhentos mil escudos, sucedendo-se as avarias e o derrube dos mesmos, pondo em risco a segurança e conferindo ao local um aspecto de degradação quase permanente.---------------------------------------------------------------------------------------------

Anónimo disse...

Nós quando não sabemos das coisas, nem nos queremos informar, mas vale estar calado e não dizer só asneiras. Só quero saber desde quando é que uma brigada da GNR já faz projectos para rotundas. E já agora se fosse assim como esta nessa informação, já a rotunda estava feita. Mas como disse é uma informação pela qual os devidos tecnicos não tiveram qualquer atenção. Quem se quizer informar devidamente que se dirija á junta e peça para ver o respectivo projecto da Rotunda que esses tecnicos queriam fazer e depois se tiver coragem diga se esta de acordo com essa rotunda e explique o que esses cabeças prodigiosas queriam fazer ao largo. Assim sim era informação. Quero ver a coragem de alguns. è só uma pergunta facil de responder! ESTÁ DE ACORDO COM O PRJECTO QUE OS TECNICOS COLOCARAM Á DISPOSOÇÃO DA JUNTA DE FREGUESIA, EM QUE COLOCA A ROTUNDA NO MEIO DO ARRAIAL? (Esse é o projecto que se encontra, para todos verem e dizerem verdades) é só um sim ou não

Coiso e Tal disse...

Mas rotunda já existe e é linda, com aquela obra do Plácido bem no meio, mais as sebezinha onde se pode ler Vila da Tocha.
Para que serviria uma outra?
Só para atrapalhar, claro!
Como a entrada da freguesia passará a ser pelo Escoural, a terra do bloger, a arqueologia viária deve ser mantida para atrair turistas ao largo.
Para uma mentalidade a preto e branco, só uma resposta é válida: não, pois já existe uma rotunda.

Manel disse...

Caríssimos amigos frequentadores desta minha tasca,

Tenho esta tasca aberta a todos.
Aqui podem tomar os copos que queiram e dizer o que bem entendam, na liberdade que a todos nos assiste.
Vou aqui dar uma curtíssima opinião sobre o Largo da Tocha, pois planeio elaborar post mais elaborado, com recolha de informação mais detalhada para melhor fundamentação do mesmo, pois o que corre no diz que disse tem incorporado muito, mesmo muito, ruído. Aqui vai:

1.A actual distribuição de tráfego no arraial não serve quem lá passa nem quem lá vai feirar ou simplesmente fazer turismo.
2.A rotunda existente que constitui o actual sistema distribuidor de tráfego, só serve para ter uma estátua de arte de gosto piroso (é a minha opinião). Que me desculpe o escultor Plácido, mas é pirosa, sem chama e de encomenda através de fotografia única. O Plácido, com facilidade, faria melhor. Mas são gostos, e gostos….
3.Também considerei piroso e pouco prático, para o efeito de arraial de feira que se quer cada vez melhor, o piso de paralelos de betão amarelo que agora foi desmantelado.
4.Considero que tudo isto é demonstrativo de não qualidade que não é virgem nas grandes obras realizadas na Tocha, tal qual aconteceu com o Complexo Desportivo. Também isto tem levado ao esbanjamento de dinheiro público e municipal.
5.Considero que há responsáveis pela não qualidade, estando em primeiro lugar o Sr. Presidente da Câmara Municipal de Cantanhede. Depois podem chamar a capítulo os técnicos, o Sr. Presidente da Junta, etc.
6.Quero com isto exercer o meu direito de cidadania, discordando, apoiando, criticando e propondo, para que de alguma forma consiga atingir, mesmo que de raspão, o “pensar global e agir local".
7.Aqui, nesta tasca, a liberdade é para ser usada.
8.Um abraço amigo a todos o frequentadores e clientes da minha tasca.
9.Vai um copo? Esta rodada é por conta da casa!

Vítor Ramalho disse...

Por todo o concelho sucedem-se as obras com fins eleitoralistas.
Já estou a prepara-me para o golfe. Já adquiri uns tacos feitos de troços de couve, uma garrafinha de tinto e a sandoca de couratos só vou comprar na altura não vão aparecer por lá os asinos.

runescape money disse...

can you email me: mcbratz-girl@hotmail.co.uk, i have some question wanna ask you.thanks

诈金花 disse...

It seems a little more than I need to check the information, because I was thinking: Why does not my GLOG these things!

sticker disse...

hermes birkin bag
hermes birkin
hermes bag
hermes handbags
gucci handbags

decorative fishing net disse...

Very rich and interesting articles, good BLOG!
fishing net