quarta-feira, julho 09, 2008

Verão

O mês de S. Tiago no meu quintal.

9 comentários:

Arsénio Mota disse...

Dizem, e parece que sim, temos cada vez mais duas estações no ano em vez de quatro: Inverno-Primavera e Verão-Outono. Poderá ao menos o aquecimento global servir para gerar boa fruta no quintal do amigo Manel? Oxalá!
Abraço.

Mário Caniceiro disse...

Muito boa fruta esta. No hipermercado o SABOR visual é diferente, mas no pomar do Manel o PALADAR é outro. Deixo aqui um aviso Manel: ou escondes a fruta ou vamos aí e ficas sem nada. Ab,

Manel disse...

Caro Arsénio,
Parece que é certo as duas estações, pois esta velha pereira, plantada pelo meu avô, chegou a dar peras no Natal.
Eram peras bolecas, mas deu peras que só uma camada de geada as tornou assim, sem sabor.
Abraço
Manel

Manel disse...

Caro Mário,
Este tipo de pera tem um sabor intenso e é práticamente imune às pragas que afectam as outras qualidades de pera, as que enchem os olhos das pessoas.
Aqui na Gândara chamamos pera formiga. A pereira foi enxertada em pereira brava.
Coisas do meu avô Manuel Ribeiro Cebola.
Abraço
Manel

CValente disse...

Belissimas peras
Saudações amigas

Manel disse...

Caro Valente,
Um abra�o amigo
Manel

Carlos Rebola disse...

Amigo Manel
Aqui está um exemplo, no teu quintal, da produção e consumo local com os respectivos benefícios para o ambiente (evita-se o consumo de combustível para a aquisição destas deliciosas e apetecíveis peras "formiga").
Parecida com esta bela pereira e seus frutos, tenho uma no quintal, oferecida pela minha mãe Lurdes, que este ano carregou, mas aqui no Zambujal, damos-lhe o nome de pêra "baguim" e penso que é idêntica à tua porque a polpa desta pêra muito gostosa quando madura, tem uns grumos que fazem cócegas na língua, talvez daí o nome de pêra "formiga".
Belas peras no "casal das pegas", a fruta rústica, penso que é um património a preservar.

Um abraço
Carlos Rebola

Manel disse...

Caro Rebola,
Desta pereira já saíram vários garfos enxerto com sucesso, nomedamente para Berlengas (Tocha), Gesteira (Sanguinheira) e Carvalhais (Coimbra).
A pereira não se importa em dar mais garfos enxertos. Na época certa, claro.
Abraço
Manel

Anónimo disse...

Oi Manel
Velejo sempre pelo seu blog, mas nunca lhe escrevi. Agora com as peras me senti o desejo de... Um abraço
Paulo Gomes