quinta-feira, setembro 27, 2007

Eh d’home

Santana, ele que subiu e montou o poder também com a ajuda dos jornalistas, mandou dar uma volta os jornalistas. Ser jornalista, em especial alguns da TV, até parece que é ter o rei na barriga como se a realidade tenha que ser igual à que ele quer, ou a de quem lhe mande que assim pareça. Santana virou os alforges, espalhou a carga pelo chão e foi-se embora, deixando o jornalista a falar sozinho. Isto tudo devido a uma interrupção da sua entrevista por um directo da chegada de Mourinho a Lisboa com um saco cheio de pilim. O jornalismo pimba no seu auge.

7 comentários:

noticiasd'aldeia disse...

País de bimbos a venerar osgas.
Cpts

Manel disse...

caro Abel,
Na minha opinião, é de aplaudir Santana Lopes pelo que fez a uma não notícia.
É que os políticos, figura, figurinhas e figurões, incluindo Santana Lopes, têm andado a bajular, a servir no sentido
de serem servidos, estes fazedores de não notícias e figurões mediáticos.
Deu o estoiro tal qual com o Zé Cabra esteve para a música pimba.

borrado de medo disse...

Vanessa Fernandes e outros não tiveram direito a grandes recepções no aeroporto com painéis dos patrocinadores e raparigas pagas à hora para gritarem de forma esganiçada e muito menos aos elogios quase babados do Presidente da República. Este país já mete nojo, tal a falta de tomates. O pedrito desta vez teve-os no sítio.

b r o c h e disse...

O gajo na época em que keria apareçer tinha mandado a boca mas depois dizia: mas continuando....Agora como tá a correr por fora armou-se em moralista. Não passa de umpolítico mediocre a dar uma entrevista à gaja que troca que não sabe um que é um broxe. Tudo isto é Portugal no seu melhor. Precizamos de mais acontecimentos destes, todos os dias se possível.

PICHA MOLE disse...

ALGUNS JORNALISTAS MISTURAM NOTICIAS SÉRIAS COM NOTÍCIAS DE ENTRETENIMENTO. TINHAMOS UM ENTRETEINER NO ESTÚDIO E A SENHORA RESOLVEU FAZER UMA BROCHADA COMO SE ESTIVESSE A CHEGAR UM EXTRATERRESTRE. A PROPÓSITO, MOURINHO, TEM MAU PERDER. UM DIA AINDA VAMOS VER QUE AFINAL TAMBÉM TEM PODRES. FOI UM EXCELENTE MOMENTO TELEVISIVO. DIGAMOS UM MOMENTO NOBRE, COMO AQUELES MOMENTOS EM QUE VAMOS OBRAR.

Mário Caniceiro disse...

É certo que não deveriam ter interrompido o Pedro, mas o PSL também nã se deve julgar tão importante que não deva ser interrompido. Eis o espelho de muita coisa que está errada no dia a dia deste País.

Manel disse...

Caros amigos,
Reconheço que há muita coisa errada que não está certa.