terça-feira, junho 12, 2007

Produtividade

Aqui na aldeia é notório o aumento da produtividade na colocação de placas. É a aldeia que temos!

12 comentários:

Anónimo disse...

1-condutor do trator
1-condutor do carro de mão
1-condutor da pá
1-operário para abrir o buraco
1-operário para segurar o poste do sinal
1-encarregado por acumulação de funções

Manel disse...

caro Anónimo:
Falta um elemento na foto.
Será que saíu para fumar um cigarro?

Anónimo disse...

Para quando a analise dos tempos e dos movimentos?
Estive no registo civil da Figueira, e para uma certidão(preço 16.5€ desde 2005, quando no local esta afixado 15€), a funcionária percorre alguns 100 metros.
Segundo o Eurostat, a produtividade em Portugal, é de 60 para a média europeia de 100.

Anónimo disse...

Essas ferramentas dos tempos e movimentos, ferramentas simples, implicariam a dispensa imediata (um ano) de 30% dos funcionários, assim como uma redução de 30% no espaço a utilizar.
Seria só ganho!

foisseemartelo disse...

Aldeia 'tuga'. Produtividade 'tuga'. Portuga é isto que se vê por cá, em muitos lugares. Porque no estrangeiro a organização não permite estas fotos 'tugas'. Claro que ser 'tuga' é muito bom. Eu gosto de ser 'tuga'. Até era divertido sermos todos 'tugas' de garrafão, 'tuga' que manda um escarro pela janela do carro, o 'tuga' que se peida, etc. etc. Tudo isto porque tem 'tuga' na secretária que espera descansadamente pelo dinheirito do final do mês e mais uns cobres de umas cunhas dos amigos das paneladas. E pronto: eu gosto mesmo é de ser 'tuga'. Os 'tugas' são muito felizes.

Munícipe disse...

No tempo em que havia cantoneiros, dizia-se que o Estado, sempre o Estado, ia dar uma pistola a cada um para que pudessem matar os caracóis que subiam pelo cabo da enxada. Agora o tal dito estado de coisas está mais amplo, mais distribuido, diria até mais democratizado. Temos até um estado municipal, com as suas empresas estatais, municipais ou lá isso assim uma coisa.

Trabalhador da Câmara disse...

Esta foto foi tirada em CANTANHEDE... estavam funcionários da câmara e junta de freguesia para colocar uma placa com o nome da rua... Um deles é bastante católico, até trabalha de joelhos os outros observam, mandam "bitaites" e coçam "os ditos"... Isto é só o espelho real do que se passa no Concelho de Cantanhede...

Anónimo disse...

Destas fotos não vejo EU no Diário de Coimbra ou nas beiras ou (in)dependentes ou Boas Novas..
Gostava de ver esses jornalistas a serem imparciais.. mas tb quem lhes paga é que manda e isso percebe-se.. patrão é Patrão! Não sei onde fica é a ética e deontologia desses profissionais...

Anónimo disse...

Ainda falta o engenheiro. F.

Manel disse...

Correção:
Faltam os engenheiros, que são muitos a fazer engenhos.

Mário Caniceiro disse...

Eu diria: alguém os mandou fazer o trabalho. Quem terá sido o responsável? É que se esse responsável gere a casa desta maneira...estamos bem lixados.

Marco Alexandre disse...

Apenas uma coisa gostaria de saber... Qual será o custo final da colocação daquela placa tendo em conta o número de operários necessários para executar o serviço???!!!! Agora multipliquem pelo número total de placas existentes por este país fora (se se verificar a mesma equipe de trabalho para as colocar)!!!!!

De certeza que poderá representar uma derrapagem no orçamento de estado!!!!!