quinta-feira, março 29, 2007

Aprendizagens

Harold Pinter. Nobel da literatura de 2005. (Não sabia da sua existência, e ainda não o conheço) "O teatro de Harold Pinter revela um universo singular, cómico e aterrador, feito de sub-entendidos, mal-entendidos ou puros equívocos. Nele observa-se, como se fosse ao microscópio, personagens que vegetam confusamente, de quem quase nada se sabe e que, de repente, explode num confronto em que as palavras são armas mortais. Estamos no reino do falso para se atingir uma verdade que é ainda mais falsa. As perguntas que se colocam não são aquelas que nos vêm à cabeça e a resposta, ou a recusa de responder limita-se a aumentar o abismo da incompreensão. O pudor torna-se violência, o sorriso ameaça, o desejo impotência, a vitória desfaz-se."
Eric Kahane (Também não sei quem é) Aprendo com desconhecidos.

3 comentários:

Anónimo disse...

Para Burro velho, mais vale mata-lo que ensina-lo

arsénio disse...

Este Anónimo peca pela intolerância tanto como pela incompreensão. Eu acho a atitude do Manel intelectualmente honesta e positiva, talvez a única correcta na matéria. Caro Anónimo, dá-me pena o seu comentário! Admita que pouca gente sabe «tudo» e que já nada tem a aprender!
Um abraço grande para o amigo Manel!

Anónimo disse...

Hello. And Bye.