segunda-feira, outubro 02, 2006

Robalo assado no forno

1. No mar da Tocha, pesca-se um robalo de cinco quilos (no mínimo).

2. Se um robalo não chegar para matar tanta fome, pescar um outro robalo de idêntico tamanho.

3. Aquecer o forno com lenha selecionada na mata da Tocha.

4. O forno deve estar bem integrado na paisagem.

5. para comer deste robalo, ir aos treinos e apresentar-se devidamente equipado.

6. A preparação do peixe deve ser efectuada por mestre culinária de reconhecida e elevada categoria internacional.

7. Esperar pacientemente.

8. E voilá.

9. Com o respectivo acompanhamento à guitarra e à viola.

Aviso: Este procedimento foi usado no último Sábado e só é válido na Praia da Tocha.

8 comentários:

A Pito Dourado disse...

Ó Manel, não me diga que os Catarinos, também foram lá encher a malvada ?!...
(Como eles estão em todas !)

Manel disse...

Caro pito:
Isto não é para quem quer, é para quem merece!

Anónimo disse...

Se houvesse pesca biológica esse robalo concerteza vinha enrrolado em celofane com uma etiqueta da Quinta do Chapim Real...Temos de nos apracatar (como se diz na minha terra) senão um dia destes até o mar da praia da Tocha é dos Catarinos.

Pito Dourado disse...

Assim fico tranquilo, cara Manel !

Ricardo Moreira disse...

Estava um espectaculo...
Pena aquela espinha que se me atravessou na garganta...

Cristina disse...

isso é pa nos fazer imbeja???? tá mal!

O observador disse...

Eu não percebo nada disto de blogs, mas parece-me que a coisa é de "mal-fazejos".
O robalo é de todos (que o conseguem pescar), só o vinho é que é pena ser do Dão!
Não há por aí um vinhito de Cadima? do espicho?

Dulcineia disse...

Será montagem?????
Bem... seria o alibi perfeito!!!!
Caso seja verdadeiro, fico com uma espinha atravessada na garganta....