terça-feira, outubro 24, 2006

Água dura em pedra mole ... (2)

Caro Manel, Tentando dar mais um contributo para o não encerramento das urgências no hospital de Cantanhede , aqui vai uma análise, decorrente dum artigo que uma das tais eminências pardas da tal comissão que propõe o encerramento, fez no Jornal “o Publico” e que se chama Dr. Luís Campos e é, segundo ele, uma pessoa de bem e competente.(presunção e água benta!!!). Pois diz essa pessoa, de bem e competente, que só existem em Portugal dois tipos de urgências : as médico- cirúrgicas e as polivalentes Santa ignorância a minha!!! Eu a pensar que no “nosso” hospital também havia urgência, apesar de não terem neurocirurgia, cirurgia vascular, ORL, oftalmologia, urologia, neurologia, e outras grandes diferenciações médicas. E eu pensava que ia á urgência do nosso hospital quando o meu filho andava com febre E eu pensava que ia a urgência do hospital quando me doem as costas e lá levava o “voltaren” E eu pensava que era á urgência do hospital de Cantanhede onde o meu vizinho vai quando sofre de “asma” e recorre aflito ao Oxigénio E eu pensava que era lá que ia a minha vizinha do 1ª direito quando o “aperto “ no peito quase a sufoca, mas que um milagroso comprimido debaixo da língua “desaperta” E eu pensava que foi lá que a minha prima fez o penso quando se queimou na panela da sopa E eu pensava que foi á urgência de Cantanhede que tinha ido o Ti João quando se cortou a fatiar aquela saborosa chouriça e lá lhe deram dois pontos E eu pensava que era á urgência de Cantanhede que ia o Ti Manel quando a pedreira que ele tem nos “rinses” o atormenta e parece que o quer matar Eu pensava que esta urgência servia para resolver estes pequenos contratempos, que podem ser pequenos para as eminências pardas , boas e competentes, mas grandes e quase mortais para quem os sente na pele Essa tal comissão constituída de gente boa e competente quer que estas pessoas se desloquem 20 km onde lhe darão uma cor azul ou verde e os atirem para uma sala de espera, que pode ser de espera até 6-8 horas. Meus amigos existem mais urgências para além daquelas medico cirúrgicas ou polivalentes que nos querem vender…. O que nós queremos é que não nos acabem com um bem muito muito precioso…..a solução de pequenos /grandes problemas da nossa saúde. Um abraçoP(edra) M (ole)
(Recebido por e-mail)

4 comentários:

Carrana disse...

Defenderei sempre a manutenção das urgências em cantanhede...
Já agora, baptizem o serviço como bem entenderem (consulta permanente, serviço permanente..etc...).. tirem-lhe a carga semântica que a palavra urgência contêm... mas não acabem com o serviço prestado!!!

Anónimo disse...

Existe uma razão, de entre muitas outras, que justificam a manutenção das urgências no Hospital de CNT.. que é a SEGURANÇA.. As pessoas sentem-se seguras pelo simples facto de saberem que a 5/10 minuto de casa têm um serviço que lhes poderá salvar a vida...

Menina_marota disse...

Não me falem em hospitais!

O meu marido sofre de esclerose multipla (sabem o que isso é, não?)
e volta e meia, lá estou caída... mais vezes do que gostaria...

Se eu estivesse à espera de respostas na altura da descoberta dadoença, e não andasse com os meus próprios meios, por consultas particulares (e foram muitasm acreditem!), há muito que estaria viúva ou então o meu marido numa cama sem se mexer...

Há excepções, claro!

E já as tive e muito boas e estou agradecida por elas.

Há também médicos excepcionais, que foram eles que fizeram com que a minha família continuasse a sê-lo...

Um abraço

Cristina disse...

Olá,
Obrigada por me teres mandado a foto do teu carro, já a publiquei
:)
beijinhu