quinta-feira, dezembro 18, 2008

Quanto custa a não Qualidade?

Fazer, desfazer e voltar a fazer quanto custa afinal? O cartaz aceita o que lá escrevem e não reclama, incluindo um prazo de execução sem data de conclusão. É o que temos…

25 comentários:

jorgeguerra disse...

Caro Manel,

este assunto merecia uma reportagem completa num dos orgãos da imprensa regional.

Pelo menos para informar o cidadão do estado de calamidade desta parte do arraial, o mesmo que tinha sido anteriormente renovado.

E boas festas.

olho atento disse...

Um arraial 5 estrelas
tal como a estrela de Natal
que os Reis Magos seguiam
para festejar o Deus Menino.

Só que esta estrela
de tanto brilhar
ainda perde a luz
e o arraial não é arranjado.

Repórter Cusco Incorrigível disse...

Num destes dias, por volta das 21h00, estava um camião com a caixa basculante descida, talvez a descarregar material na obra! E perto deste, um indivíduo desconhecido a acabar de urinar, perfeitamente visível da EN 109!

Estranhei apenas o primeiro facto (hora tardia), uma vez que o segundo é banal em Portugal! Quem nunca o fez em momentos de extrema aflição (em lugares inapropriados), que atire a primeira pedra!

Possível próxima notícia deste repórter: contagem do número de marteladas em pedras por dia e por trabalhador! Ou entrevista às pulgas do primeiro cão que for o meu próximo parceiro da sueca!

Reflexões de Bruno E. Santos disse...

A escolha de prioridades e de voltar a intervir no mesmo local, após meros 4 anos de intervalo é passível de ser questionada!

Contudo, verifico nos últimos anos algumas mudanças na política de investimentos da Autarquia em relação à Freguesia da Tocha, ainda que imperfeita!
Penso que já não somos o "Patinho Feio" do Concelho, embora também não sejamos propriamente uma das "Gajas Boas do Baile"!

Ainda se lembram da década de 90 e inícios desta? Da Freguesia que gerava receitas significativas (venda de terrenos na Praia, Fundo de Equilíbrio Financeiro (via por exemplo a área da Freguesia e população + média diária de dormidas em estabelecimento hoteleiro), etc...), sendo o investimento da Autarquia reduzido!
Ainda se lembram das histórias de há uns anos atrás, como as do pavilhão gimnodesportivo, das duas zonas industriais ou de uma intervenção no largo que ficou parada a meio durante uns anos?
Do adiamento sucessivo da construção da via Cantanhede-Tocha?

Como munícipe e habitante da Tocha, por um lado é bom saber que nos últimos 7-9 anos, a Autarquia começou a olhar com outros olhos para este lado do Concelho! Possivelmente, a ideia da criação de um Concelho da Gândara já não é tão necessária e premente como há uma década atrás!
Mas por outro, acho que ainda existem muitos aspectos passíveis de melhorar (definição de prioridades, "timing" de execução desligado do calendário eleitoral, qualidade dos projectos e da sua execução)!

E como sou mais um "Zé-Ninguém" a fazer número neste país, aproveitei este espaço para dizer ao "vento que passa" e "pregar aos peixes" a minha opinião! Deixo já as minhas desculpa ao "Manel" se porventura exagerei!

Manel disse...

Caro Bruno,
Nesta minha tasca não se pede licença para entrar.Portanto, escreve à vontade e não tens necessidade de pedir quaisquer desculpas.
A questão principal que coloco é que os que têm governado e governam a Gândara(Tocha incluida) não têm uma ideia sequer para a saída do marasmo.
As obras que vês, são resultado de um program mais vasto e de indole nacional ligado à A17 e suas acessibilidades, e não um empurrão dos autarcas que temos.
Só que agora, o Largo da Tocha deixa de ser o único centro do mundo. Sanguinheira e especialmente o Escoural, que até tem uma imagem de marca que é o bacalhau, estão em condições de desviar as atenções do Largo dos instalados.
Abraço
Manel

Manel disse...

Caro Cusco,
Descarregam de noite e nem só, pois consta por aí à boca fechada, que a movimentação tem sido de carga e descarga.

Manel disse...

Olhar atento,
No teu poema bem rimado está a grande constatação da realidade que vive a Tocha.
Abraço
Manel

Manel disse...

Caro Jorge,
Claro que merecia a reportagem, mas os jornais locais não passam de ser a voz do dono.
Boa Nova, Independente de Cantanhede, Diário de Coimbra, Asbeiras, são esse exemplo.
Existem vacas sagradas na região, onde até as bosteiras que fazem são veneradas.
Um abraço
Manel

Anónimo disse...

Caro Manel:
Falta ainda contabilizar os tapetes de alcatrão, novos, como o de S.Caetano, que 2 ou 3 anos depois, começou a ser desmantelado para colocar o saneamento. Era a febre de ganhar eleições, na altura. É uma dó de alma, como diz o povo, ver-se estragar tanto dinheiro por esse concelho fora: são as festas e arraiais e outras coisas mais...
Um abraço.

António Canteiro

aspirante a taxo disse...

e lá se vão mais de 50 mil contos dos nossos estrangulantes impostos... para nos dias de feira ou praça, demorarmos meia hora para atravessarmos 200 ou 300m...
Quaquer dia passo por cima de um...melhor... de uma!!! (rotunda claro)

M.Domingues disse...

Vá lá-vá! Vá lá!... Caro aspirante, aproveite passar agora rápido, enquanto os semáforos estão avariados... Lol já lá vão umas 3 semanas!!! Deve vir a caminho um barco do Japão com um técnico a bordo, para os reparar!

Anteriormente os trabalhos eram titulados "arranjo urbanístico" ... Agora talvez devido ao acordo ortográfico,(ou porque não se deve chamar o mesmo ao parte e volta a fazer) são "construção de mercados e feiras"

Manel disse...

Caro António Canteiro,
Partir pedra é o nosso fadário enquanto os especialista em fazer chover no molhado regam as já húmidas pedras da calçada.
As festas são tantas que o presidente da junta de S. Caetano já assumiu o título de presidente de Comissão de Festas.
Um abraço
Manel

Manel disse...

Caro aspirante a taxo,
As contas que fez não estão certas!
Aqui vão as minhas:
- 50 mil pelo que se está a fazer.
- 50 mil pelo que se fez e se desfez.
- 50 mil pelo que se devia estar a fazer.
- 50 mil pelo que não se fez.
TOTAL DA BRINCADEIRA: 200 mil dos nossos estrangulantes impostos.
Um abraço
Manel

Manel disse...

caro M. Domingues,
Os especialistas em fazer chover no molhado são assim, até conseguem fazer filho em mulher já prenha.
Abraço

Isabel disse...

Apesar de ter deixado Barrins Há dois anos essa zona não me sai do coração. Se não vou é porque a vida é complicada e, por vezes, não nos deixa fazer aquilo que tanto queremos.
Por isso, Manel, peço perdão mas deixo aqui os meus votos de um belíssimo 2009 para todas as pessoas que tanto me acarinharam e acarinham tanto de Barrins como do Escoural.
Para si continue firme a lutar pela terra que tanto gosta
Bom Ano de 2009

Bjt

Cristina disse...

Depois do tempo, outro tempo virá. Que seja bom.
Feliz 2009.

Manel disse...

Isabel,
Tudo de bom para ti, é o que eu desejo!
Aparece que a Aldeia te receberá de braços abertos.
Por acaso conheces a Idália?
Bom 2008.
Manel

Manel disse...

Cristina,
Todo o bem do mundo para ti.
Tu o mereces.
Manel

Manel disse...

Isabel,
Um bom 2009!
Manel

LNT disse...

Caro Manel,

Um abraço com os votos de excelente 2009

Sérgio Fonseca disse...

Obrigado Manel

Um Bom Ano com
Muita Saúde
Muita Sorte
Muita Música
e...dinheirinho p'rós copos
Um grande abraço
Sérgio

runescape account disse...

where you come from!

三人斗地主 disse...

Although we have differences in culture, but do not want is that this view is the same and I like that!

intelligence disse...

womens handbag
womens handbag
fashion handbags
fashion handbag
handbags uk

nylon fishing net disse...

Although we have differences in culture, but do not want is that this view is the same and I like that!
nylon fishing net