sexta-feira, julho 18, 2008

Retratos do trabalho

4 comentários:

Bruno E. Santos disse...

Bellota e Verdugo? Em qual loja de ferragens é que a fotografia foi tirada?

Machados, machadas, enxadas, gadanhas, forquilhas, ancinhos e "katanas" para o pessoal mais trabalhador se entreter nos labores rurais! E se o futuro virar apocalíptico, anárquico e distópico, para algum pessoal desprovido de valores morais “brincar” aos "verdugos" com os ex-amigos, tipo o pessoal do Ruanda em 1994!

Agora deu-me na "telha" para só fazer comentários de manifesto exagero fatalista! Mas também, os “Media” agora só falam da Quinta da Fonte (imagens impressionantes), criminalidade, crise económica nacional e/ou mundial, catástrofes climáticas, escassez de recursos alimentares e energéticos, etc…! Logo o pensamento vai dar todo a isto! Ao exagero e à psicose do futuro! Eh eh eh!

Ah! E viva o FC Porto!

M.Domingues disse...

Uma verdadeira base de dados (mais resistente ao ciclo leitura/escrita, que o disco de qualquer computador) de uma Casa Lusitana bem Gandareza quase centenária, que “tem de tudo” ... até piões e costelas para meninos d'arame!

Um abraço

Carlos Rebola disse...

Amigo Manel
A tua perspicácia de observador consciente e atento, é um contributo para a nossa história local. O "livro de fiados" é um autêntico tesouro das nossas casas comerciais, quantas vezes os "fregueses" eram conhecidos nesses livros pelas suas alcunhas, uma alcunha era por vezes, uma biografia completa do mesmo.
Existem muitas memórias escritas que é necessário preservar e não custa nada. Esta página, do catálogo, marcada por mãos de trabalho, a da fotografia, já está preservada.

Um abraço amigo
Carlos Rebola

Toni disse...

Pelo menos reconheci a marca Bellota, pois já vi rebarbadoras com discos de corte dessa marca :)

(já é qualquer coisa...)

Um abraço