quarta-feira, junho 11, 2008

Brindes Ambientais

Comentário ao post Parar para pensar.
Carlos Rebola disse... O filme consegue em poucos segundos, fazer um sério aviso. A continuar assim não tarda estaremos a tomar grandes banhos na merda que fizemos e estamos a fazer em total desrespeito pelos que hão-de vir depois de nós, as futuras gerações. Estaremos a beber água tão poluída, como a relva sintética que vai forrar o campo de golfe de Cantanhede. Será que também os lagos e charcos daquele campo de golfe de 9 buracos (nove virtudes?!!!) vão ser cheios com água sintética, produzida no Biocant?... A azafama é grande, em frente aos paços do concelho (CMC) está hasteada a bandeira comprada a uma firma de brindes de ambiente, veja-se o que se passa numa zona crítica (REN) para o Aquífero Cársico da Bairrada, que alimenta os olhos da Fervença. O Presidente da Câmara se fosse honesto não deveria deixar que aquela bandeira fosse içada sem dar um passeio pelas dunas da praia da Tocha/Palheirão, sem dar um passeio pelo Horst de Cantanhede, (no Zambujal entre o Monte Grande e Logadrão) e por outros locais como por exemplo nos Fornos um depósito dos resíduos da celuloses que afectam a qualidade de vida da população devido ao mau cheiro insuportável e afecta o Aquífero de Ançã – Cantanhede, uma vergonha para um Município que permite que lhe ofereçam sem qualquer fundamento cientifico sério, uma bandeira que pretende simbolizar um concelho que é exemplar na defesa do ambiente, eu não sou cientista mas também não sou burro.
Um abraço Manel
Carlos Rebola 09 Junho, 2008

video

(Música Ambiente)

3 comentários:

Anónimo disse...

Pergunta um ZÉ PAPA-LUA ao amigo Rebola:
Ó rebola,andas a estudar para politico?
O Rebola responde:
- Eu cá ainda não, mas tenho lido uns books ..., cá com uns palavrões que na çê bem o queles querem dezer, atão mas no é que ficam bem na internet!
O zé papa-lua diz outra vez:
- Olha cá tu lá dizeres que não és cientista, ainda vá que não vá! mas... dizeres que não és burro?...,
então não sabes que os residuos das celuloses estão no concelho de Montemor?...eh! eh! eh!.

Carlos Rebola disse...

Caro anónimo
Parece que sabe que esses resíduos estão no Concelho de Montemor eu também sei, Este foi o seu ponto de partida para, afinal argumentar falaciosamente. Também deve saber que os cheiros nauseabundos é nos Fornos que se sentem, deve saber qual é o concelho desta população, o Aquífero Ançã/Cantanhede cuja principal exsurgência fica em Ançã, que também o anónimo deve saber em que concelho fica, ainda assim não percebo porque é que o anónimo que diz ser "Zé Papa-lua" nunca comentou o que o Carlos Rebola, tem escrito acerca do que se passa no Horst de Cantanhede, mais propriamente no Monte Grande/ Rodelos/Chão do Pousio que deve conhecer depois das provas de “bom” geógrafo que deu, deposição de toneladas de alcatrão das obras de saneamento, na REN e ocupação de baldios com a aceitação tácita da CMC? O seu silêncio tem sido porque de facto não é nenhum Zé Papa-lua ou é só porque estes desmandos se encontram no concelho de Cantanhede ou é por outra coisa qualquer? O seu argumento é uma falácia que se assemelha ao seguinte (mais um palavrão para o Zé) “Argumentum ad ignorantiam”.
Fique a saber que todos os fonemas têm significado, não sou filólogo mas procuro saber o que escrevo, assim como esse, seu, eh! eh! eh! Não, não sou cientista nem burro, mas sei distinguir uns dos outros... também sei que não quero ser político mas estudo políticas.
Carlos Rebola
Com a cara descoberta

Desculpa amigo Manel estar a discutir assim com desconhecidos no teu espaço.
Um abraço Manel

Manel disse...

caro Carlos,
Entra e serve-te nesta minha tasca. Senta-te, toma um copo e diz o que tens a dizer.
Esta tasca é dos amigos que bebem do meu vinho.
Um abraço
manel