quinta-feira, setembro 07, 2006

Favas contadas

Um regime que caiu devido a uma queda da cadeira, e os herdeiros do partido único passaram de um momento para o outro de nacionais a democratas, tal qual décadas antes passaram a ser republicanos via telégrafo. No entanto, em plena ruralidade o tempo ainda anda fixo e ancorado a teias de velhos poderes de capelinha, teia longa e complicada, suportada na subserviência . É claro que os rituais e liturgias têm mudado, assim como os santos protectores, mas encontrar pessoas a assumir a história tal como lhes foi imposta muitas décadas atrás, sem qualquer análise ou questão críticas, é o que me espanta e admira, especialmente daqueles nascidos há menos de 30 anos. Terá a Democracia sido pouco republicana ou a República pouco democrata? Histórias de favas contadas ainda proliferam por aí!

1 comentário:

Camisa Azul disse...

Foram muitos os “vira casacas”. No 25 de Abril perdeu-se a oportunidade de fazer história.
Os trabalhadores continuam afastados do poder.